Calvíce, de que forma podemos evitar?

Se tem algo que incomoda muitos homens, sem dúvidas, é a calvíce. Não é lá um grande problema, pois dá pra ser “pinta” mesmo careca (tem até um ditado popular que diz isso…), mas vamos tentar tirar algumas das suas dúvidas sobre a alopecia androgenética, a tão conhecida calvície.

DÁ PRA EVITAR? O QUE FAZER?

Geralmente, não dá pra evitar. Isso porque o problema costuma estar ligado à genética. Mas há também as exceções, causadas por hábitos ruins ou interferência externa. Vamos falar um pouquinho de cada um.

Genética

É, colega, não dá pra evitar se for genético… No geral, a calvície é genética, então quando você tem tendência a perder, o destino é certo. O melhor que você pode fazer, nessa situação, é ficar atento para a idade que os homens da sua família costumam perder os cabelos, assim vai poder fazer uso das próximas dicas antes da queda começar, pra dar, ao menos, aquela segurada.

Estresse

Quando a causa da calvíce é emocional, no entanto, já fica muito mais fácil evitar. Pois é, estresse em excesso pode levar à alopecia, então o tratamento necessário precisa ser feito com seu psicólogo de confiança. Aliás, é bom lembrar que ansiedade, depressão e quaisquer outros problemas emocionais são coisa séria e precisam ser devidamente tratados.

Produtos químicos

Seu cabelo pode sofrer com a os produtos que você usa. Parece propaganda de xampu feminino, não é mesmo? Mas elas estão completamente certas quando dizem que produtos de qualidade duvidosa, misturas caseiras ou tratamentos químicos em excesso danificam seu cabelo ou seu couro cabeludo. Evite misturar produtos de marcas diferentes e tome muito cuidado com receitas milagrosas. Se você é do tipo que usa muita química, como tinturas ou alisantes, faça uma hidratação de vez em quando.

Alimentação

A alimentação também faz toda diferença. Uma dieta balanceada, especialmente rica em colágeno, pode te ajudar muito a ter uma cabeleira mais cheia e saudável. Beber bastante água também é fundamental. Claro que alimentação não é um tratamento, mas um estilo de vida.

Testosterona

Já percebeu que a maioria dos lutadores de MMA são carecas? Pois é… A calvicie é um processo natural masculino, mesmo que não aconteça com todos os homens. Como não pensar que aumentar a dose do hormônio da masculinidade não vai acelerar o processo de queda dos fios? Por isso, se você for do tipo que não quer ficar careca, use suplementos alimentares à base de testosterona com moderação. Até porque dá pra ficar forte à base de exercícios e alimentação controlada, sem precisar apelar para as químicas.

TRATAMENTO CAPILAR RESOLVE?

Tratamentos para a calvíce , se feitos com produtos de banho, máscaras, géis ou outros do tipo costumam melhorar os sintomas (nos casos de quadros reversíveis) ou adiar o processo de queda (nos casos genéticos).

No caso de pílulas, é necessário certa atenção. Há muito produto de araque prometendo o impossível. Geralmente, pílulas são compostos vitamínicos com substâncias que vão reforçar a produção ou crescimento dos fios, como o já citado colágeno, mas é um tratamento a longo prazo.

Tem ainda o composto minoxidil, que promete crescer fios de forma mais direta e a curto prazo. Esse produto é mais eficaz em estimular o crescimento da barba, mas pode acelerar a produção de fios também na cabeça. Claro que ele não é milagroso, então vai funcionar mais em situações de carência de vitaminas ou estresse que em quadros de calvície genética, mas é uma boa pedida e é facilmente encontrado em qualquer farmácia e por um preço razoável.