Obesidade: o novo problema da juventude!

Doença afeta, hoje, dez vezes mais que afetava algumas décadas atrás.

Se há uma doença que está se tornando tendência global é a obesidade. Não apenas ela não traz seus próprios males, como a deterioração dos sistemas cardiovasculares e digestivos. Além disso, torna o indivíduo mais propício a outras doenças e problemas como; hipertensão (pressão arterial alta crônica), diabetes, risco de infarto elevado, impotência, doenças ósseas, etc…

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), a incidência de obesidade tem aumentado, principalmente, nos mais jovens. Segundo a OMS, nas últimas quatro décadas, o aumento registrado foi de mais de dez vezes. Em números proporcionais, o total de portadores da doença partiu de 1% da faixa, em 1975 (11 milhões), para quase 8%, em 2016 (124 milhões). Isso sem contar a parcela de jovens com sobrepeso, que, em 2016, já passava dos 213 milhões.

Vilões do Junk food

Os maiores vilões, segundo o professor Majid Ezzati, da Imperial’s School of Public Health. Por outro lado, os altos preços contrastantes entre produtos saudáveis e os industrializados. Por isso, o mercado de marketing intenso em cima de produtos considerados “junk food”; e o resultado é a projeção de que jovens acometidos por obesidade ultrapassem o número de jovens com desnutrição no planeta.

Aí vão algumas dicas para você se prevenir da obesidade:

1 | Faça exercícios físicos regularmente

A melhor forma, sem dúvidas, de manter-se livre dos riscos da obesidade é seguir um ritmo de vida ativo. Além disso, não precisa ser um atleta, trocar o elevador pela escada, aquela caminhada diária de meia hora, usar a bicicleta no lugar do carro sempre que puder… Essas pequenas atividades físicas toda a diferença para o seu corpo. Então,praticar esportes, como nadar ou jogar uma pelada no fim de semana, também são ótimas opções.

2 | Tenha uma alimentação saudável

A alimentação é tão importante quanto os exercícios para evitar doenças como a obesidade. Além disso, médicos recomendam que comamos cerca de 2000 calorias por dia, distribuídas entre os diferentes grupos de alimentos, como verduras, carnes, frutas, legumes, etc. Na dúvida, é sempre bom consultar uma nutricionista de confiança, para que a profissional possa elaborar uma dieta específica para o seu caso.

3 | Divida as refeições

Coma em menos quantidade e mais vezes ao dia. Às vezes, bate uma vontade de encher aquele pratão, mas isso aumenta nosso apetite com o tempo e dificulta a digestão, facilitando a produção de gordura. Comer um pouquinho a cada três horas é muito mais saudável que comer duas marmitas de pedreiro duas vezes por dia.

4 | Beba bastante água

Ah, ela… A água sempre está em toda dica de saúde certamente, indispensável. Beber, pelo menos, dois litros de água todos os dias; ajudando a hidratar o corpo, circular os sais minerais e filtrar impurezas. Sem dúvida vale lembrar que suco ou qualquer outra bebida não é água.

5 | Acompanhe sua saúde

Aferir o peso pelo menos duas vezes ao mês; Bem como ir ao médico pelo menos duas vezes ao ano são essenciais para evitar a obesidade. Certamente é muito mais fácil evitar um problema aos primeiros sinais; uns quilinhos a mais ou uma pequena alteração nos índices hormonais são os primeiros sinais de que há algo errado com o corpo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *